quinta-feira, 13 de dezembro de 2007

Sair da clandestinidade

Pois bem, esta coisa de construir um blogue e depois não o dar a conhecer a ninguém é um nadinha disparatado, por isso, hoje resolvi deixar de ser "anónimo" no meu blogue favorito e assumir o estatuto de "aspirante a blogueira"!

Como é bom de ver este tem sido um blogue verdadeiramente autista, mas o tempo é pouco...
Bom, o que interessa é que saí da clandestinidade, agora quem quiser pode vir aqui de vez em quando ler os disparates que vou escrevendo...se não tiver mesmo nada melhor para fazer.

Mas hoje só vim aqui para fazer "propaganda" a um espaço que abriu na antiga fábrica de Braço de Prata e que se chama "Ler devagar", é uma continuação da livraria com o mesmo nome que havia no Bairro Alto.
Agora é um espaço grande, com muitos livros, salas com exposições, concertos, uma loja do "Comércio Justo" e muito mais. Ainda só conheço de forma virtual, mas já agendei a visita para o fim de semana.

Voltarei em breve, estejam atentos :)

8 comentários:

José Ruah disse...

Pois saiste da clandestinidade e eu dei por isso.

Ja agora na zona de configuraçoes do teu blog tens que acertar a zona porque deves estar como se estivesses em Nova York e a hora que aparece está tudo menos certinha coma hora daqui.

Continua a escrever que eu Gosto De Te ler.

JS

S. disse...

E ela fez finta à direita, finta à esquerda, enganou o adversário, correu para a baliza, não, não rematou, passou ao colega, recebeu de novo, centrou e...

É assim mesmo!! Foi com um sorriso que vi, finalmente, o C.M. aparecer a azul. O relógio que não uso mas podia muito bem usar já ia assinalando tic-tacs cada vez mais sonoros na expectativa deste abrir de portas. ;)

Ponto primeiro: é um verdadeiro gostinho ler-te!

Ponto segundo: arrasaste-me de tal modo com o poema do Régio que já o reenviei a outra pessoa e continuo vidrada em contemplação...

Ponto terceiro: conta com comentadora assídua

Ponto quarto: muito bem-vinda!

:D

S. disse...

esqueci-me de uma coisa: onde é essa antiga fábrica de Braço de Prata? era tão bom quando lia devagar no bairro!

C.M. disse...

JS
A horita ainda não tratei mas...lá chegarei...um dia. A hora tanto faz, não?


S.

Ainda bem que gostaste, dificil não sentir este poema.

Braço de Prata
Associa a Ler Devagar e mais um monte de coisas. Fui lá hoje com a M. e vamos voltar muitas vezes.
Aqui fica o link
http://www.bracodeprata.org/
Para te aguçar a curiosidade hoje tivemos: Graffitis, musica barroca, jazz, livros e mais livros, jantarito fixe, lojas diferentes e livros.
Regressámos a casa a programar a próxima visita.
Bjo

José Ruah disse...

A hora tanto faz .... Sim

estas num fuso de Lisboa menos 8horas.

A unica "chatice" por assim dizer é que a hora que aparece nos post e nos comentarios está 8 horas desfasadas, e

Quem te conheça olha para hora e diz

AH AH - apanhei-te a escrever posts e comentarios na hora de serviço !!!!!! ( lol) ( brincando brincando mas esta é uma forma de apanhar funcionarios caloes)

Excluindo o acima a hora nao "adianta nem atrasa".

Anónimo disse...

Pois...fica a saber que para já gosto do nome do blog !

BDN

C.M. disse...

JS
Pois então podemos ver antes a coisa assim, quem quiser saber a que horas e em que dias escrevo terá o trabalho honeroso de fazer a contita ao fuso;)

BDN

Ainda bem que gostas :)
Espero que venhas ainda e encontrar mais qualquer coisita que te agrade.

To be or not to be disse...

Lugar muito bacano, ja la vi coisas giras.